sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Latas Recicladas.


 
 
 




As simples latas de alumínio que muitas vezes descartamos para o lixo sem nunca lhes darmos importância, podem ser aproveitadas de diversas formas; podem se tornar em belíssimos vasos de flores para decorar  varanda ou jardim..
Beijos, e falem comigo.   

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Pérgola.







Hoje em dia a pérgola é muito usada para criar um ambiente agradável nas áreas externas para descansar e relaxar, amenizando a intensidade do sol e compondo uma decoração bonita e elegante.

Beijos, beijos e falem comigo, tá? Vou adorar!


segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Filme: Marcelino Pão e Vinho.



" Marcelino Pão e Vinho", é um filme de um pequeno órfão que causa milagre. Quando bebê foi deixado na porta de um mosteiro e criado pelos monges. Marcelino é muito bem cuidado pelos monges, mas sempre sentiu falta de ter uma mãe. Um dia encontra um amigo especial no sótão proibido... Pendurado em uma cruz. Um amigo que retribuiu a bondade de Marcelino lhe concedendo um desejo do fundo de seu coração

Um excelente e comovente filme.
Beijos, e falem comigo.  

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Fruta :Pauzinho Doce....alguém conhece????


Nome Científico: Hovenia Dulcis
Nome Popular:  Pau-doce, uva-do-japão, banana-do-japão,  caju-japonês, gomari,  passa-japonesa, macaquinho, uva-da-china, uva-paraguaia, cajueiro-japonês
Família: Rhamnaceae
Origem: China, Coréia e Japão
Ciclo de Vida: Perene


A Pau-Doce é uma árvore caduca, de porte médio, muito utilizada na arborização urbana. Sua copa é aberta, de formato globoso a oval. O caule apresenta rápido crescimento e pequeno diâmetro. Sua casca é escura, de textura lisa a levemente fissurada. As folhas são ovais, verdes, brilhantes, de disposição alterna e caem no outono e inverno. As flores numerosas, surgem no verão. Elas são pequenas, hermafroditas, perfumadas, branco-esverdeadas e atraem muitas abelhas. Os frutos são cápsulas secas, marrons, sustentadas por pedúnculos carnosos, doces e de cor castanha. Cada fruto contém de 2 a 4 sementes amarronzadas.

A dispersão das sementes é zoocórica (por animais). Os frutos da uva-do-japão têm sabor aprazível, mas devem ser colhidos maduros. Quando verdes, têm sabor adstringente e quando passados, fermentam e ficam com gosto alcoólico. Eles podem ser consumidos in natura ou na forma de geléias. É uma árvore apropriada para o paisagismo urbano, em estacionamentos, rodovias, praças e parques.

Devido ao seu tamanho um pouco avantajado (atinge cerca de 25 metros), a uva-do-japão não é indicada para arborização de calçadas sob fiação elétrica. Por ser uma árvore que frutifica em abundância, ela têm sido amplamente utilizada na recuperação de áreas degradadas, com o objetivo de atrair a fauna (aves e mamíferos). No entanto têm se revelado uma espécie perigosamente invasora, que reduz a diversidade das matas nativas e se multiplica rapidamente com a ajuda dos animais.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, bem drenável e leve, com regas regulares no primeiro ano após o plantio. Não tolera encharcamento ou inundações. Multiplica-se por sementes e estacas.

As sementes podem ser escarificadas para quebrar a dormência. A frutificação inicia-se de 3 a 4 anos após o plantio.
 
Quando eu era criança na casa de minha Tia tinha essa árvore mas cortou o pé e nunca mais eu vi essa fruta..
Para quem não conhece.... É uma fruta muito gostosa, bem adocicada. 
Beijos, e falem comigo.